BRUNO BONDAROVSKY |  Secretário Municipal de Fazenda:

Bruno Bondarovsky é Engenheiro de Computação, graduado pela PUC-Rio, com pós-graduação em Liderança e Gestão do Setor Público pelo Centro de Liderança Pública e Harvard Kennedy School e pós-graduado em Marketing pela Coppead-UFRJ.

Bruno esteve à frente da Secretaria de Planejamento de Mesquita por 1 ano e 4 meses, onde liderou junto às secretarias a construção do diagnóstico e das ações para o plano estratégico da Cidade.

Durante seis anos, atuou como subsecretário de Planejamento da Secretaria de Ordem Pública da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, onde dirigiu o premiado programa RIO MAIS FÁCIL, de modernização e desburocratização do licenciamento de empresas e eventos, e o programa inovador RIO EM ORDEM, de ordenamento do espaço público da cidade a partir da atuação da Guarda Municipal.

Bruno também escreve artigos e palestra em eventos de gestão pública no Brasil e no exterior. Antes de atuar no setor público, empreendeu na área de tecnologia e automação por dez anos e liderou organizações do terceiro setor por cinco anos.

ALEXANDRE FERRAZ | Subsecretário Municipal de Fazenda:

Alexandre Ferraz é formado em Direito pela Universidade Iguaçu (UNIG) há 17 anos e servidor da Polícia Civil há oito anos. Com curso de especialização em Administração Financeira e Orçamentária Pública concluído na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e pós-graduação em andamento em Gestão Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Alexandre foi coordenador de Tecnologia da Informação da prefeitura de Mesquita entre 2001 e 2004, quando iniciou sua experiência na administração pública.

De 2005 a 2006, deu expediente na Câmara Municipal de Mesquita, no gabinete da presidência, assessorando a Comissão de Constituição e Justiça. Entre 2008 e 2009, atuou como diretor da Circunscrição Regional de Trânsito (CIRETRAN) de Mesquita. Em 2013, retornou à prefeitura de Mesquita, quando assumiu o cargo de secretário municipal de Administração.

SOBRE A SECRETARIA:

A Secretaria Municipal de Fazenda (SEMEF) planeja, controla e executa a política de receita do município, além de monitorar a ação fiscal. É o órgão que cadastra, determina e arrecada as receitas e rendas da cidade. Cabe à SEMEF a instituição de impostos como o IPTU e o ITBI, por exemplo.

A SEMEF fiscaliza os tributos municipais. Seu objetivo principal é tornar transparente e eficiente a gestão financeira, patrimonial, fiscal e orçamentária de Mesquita, além de garantir a prestação de serviços ao contribuinte do município.